Serviço de Secretariado Remoto é oportunidade para MEIs

Tempo de leitura: 2 minutos

Trabalho pode ser realizado em casa, no formato escritório virtual, mas exige que o profissional seja formalizado. Disciplina e planejamento são essenciais.

Entre as possibilidades de investir em um negócio próprio como Microempreendedor Individual (MEI), está o serviço de secretariado remoto. A atividade ainda é recente no Brasil e, em geral, desenvolvida em Home Office. Para quem deseja atuar no setor, é necessário ter disciplina e dedicação.

Serviço de Secretariado Remoto para o MEI

A demanda é constante no serviço de secretariado: todo empresário, independentemente do ramo de atuação e do porte da empresa, precisa de um funcionário ou equipe que cuide das questões administrativas.

É nesse cenário que o secretariado remoto ganha destaque. O profissional oferece serviços para a organização de agenda do cliente, controle de contas, levantamento de custos e orçamento, negociação de contratos, atendimento a clientes, entre outros.

A personalização do trabalho é uma característica dessa atividade. É importante que o cliente e a empresa façam um briefing detalhado do que vai ser realizado. Com as informações, firma-se um contrato que também servirá de guia para execução da tarefa, com definição de prazos, etapas de entrega e preço cobrado.

Cuidados e vantagensPara obter sucesso nessa empreitada, o secretário remoto deve estabelecer uma rotina com horários e tarefas a cumprir. Ao criar um pacote de serviços, ele deve estar atento às atividades que possam extrapolar o limite combinado previamente e acertar o valor extra a ser cobrado.

Para o empresário que contrata o serviço de secretariado remoto, a principal vantagem está na economia de custos. Registrar-se como Microempreendedor Individual é bom para as duas partes: quem contrata recebe a nota fiscal de prestação de serviços, assim como o MEI tem a segurança do trabalho formal.

Pela natureza jurídica da sua atividade, o MEI tem direito aos benefícios previdenciários, como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros.

Negócio FormalizadoAinda que o trabalho de secretariado remoto seja realizado em casa, na modalidade Home Office, a formalização é necessária. O processo de cadastramento como MEI é simples e gratuito, assim como o do desenquadramento (quando ele ultrapassa a faixa de faturamento de R$ 60 mil), alteração ou cancelamento.

Assim como em qualquer empreendimento, o Plano de Negócios tem importância fundamental para o MEI. Ele auxilia na tomada de decisão sobre a criação e execução do projeto. Com planejamento, as chances de sucesso de um negócio aumentam substancialmente.

Consulte o Sebrae na sua cidade e se informe.

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo dos microempreendedores, curtindo nossa página no Facebook. e clicando em seguir lá no twitter! ???? 😀

 

fonte: SEBRAE