Dicas para atrair clientes durante a pandemia!

Tempo de leitura: 6 minutos

A pandemia afetou o mundo, sem dúvidas! Muitos microempreendedores sentiram o impacto que o vírus causou, em sua grande maioria o impacto foi negativo. Falamos isso, pelo fato de algumas empresas conseguiram se sobressair ao cenário atual e ainda alavancar seu resultado ou até mesmo expandir seus negócios.

Um estudo feito pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, juntamente com a FGV Projetos, apresentou que 87% dos microempreendedores individuais tiveram perda de receita e 46% ainda estão com os negócios fechados.

Diante desses números, o Senado Federal já aprovou empréstimos para a categoria, a fim de poder auxiliar as pequenas empresas a cumprir com suas obrigações e manter suas atividades nesse momento complicado em que estamos vivenciando.

Com a quarentena que foi instituída alguns meses atrás, conseguiu se manter dentro da estabilidade pessoas físicas e jurídicas que tinham uma certa reserva financeira, com as pessoas em casa, havia reduzido muito o consumo, compras extras e contratações de serviços que poderia ser adiado, foram cancelados temporariamente.

As empresas precisaram se adaptar, por isso muitos negócios se mantiveram na ativa, mesmo após quarentena. Inovar e buscar por novos meios de se fazer as atividades foi o que salvou muita empresa de encerrar suas atividades, por isso é muito importante ser flexível e adaptável as mudanças, que na maioria das vezes não temos o controle!

Sabemos que a economia está passando por uma crise atualmente, porém, algumas pessoas seguem comprando e movimentando o comércio em geral. Ou seja, existem potenciais clientes para sua empresa por aí.

A questão de hoje é, como encontrar e atrair clientes para sua empresa?

Por isso no artigo de hoje trouxemos algumas dicas para você captar clientes durante e pós pandemia, confira!

Dica 1 – Analise seu produto ou serviço

Parece algo simples, mas muito empreendedor não observa seus produtos e serviços, a fim de compreender em qual problema ele pode ajudar com o que está oferecendo.

É preciso entender que, você precisa fornecer ao seu cliente soluções para eventuais problemas ou necessidade, não somente produto ou serviço.

Partindo desse princípio, fica mais fácil de atingir seu potencial cliente, pois algumas pessoas realmente investem no que acreditam que realmente precisam ou entendam ser necessário para o momento.

Então, você já analisou sobre o que oferece ao consumidor? Ainda não?

Fica a atividade para você analisar e identificar a conexão do que você vende com quem compra. Após realizado isso, fica mais assertiva as ações de divulgação e atração de potenciais de clientes para seu negócio.

Dica 2 – Carteira de clientes

Aqui é importante ter um CRM com os dados atualizados de seus clientes (e agora com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, você precisa ter cuidado com essa informação e usar ela conforme a permissão que foi dada), pois a ideia aqui é que você envie uma mensagem ou um e-mail divulgando de forma estratégica seus produtos ou serviços para essa rede de clientes que já compraram de você antes.

Se você não tem um CRM com essas informações, não tem problema, sugerimos para você uma ferramenta gratuita chamada AceleraMei, que possui essa funcionalidade e incluso também outras como: criação de demandas, elaboração e envio de propostas, registro de serviços efetuados, possibilidade de coleta de feedback de seu cliente, além de ter as informações de contato do seu cliente (nome, e-mail, WhatsApp, etc.), clique aqui e conheça a ferramenta!

É importante você manter atualizada de sua base de clientes, com isso poderá enviar promoções, novidades, entre outras campanhas.

Dica 3 – Prospecção de clientes para MEI

Muitas pessoas não sabem que sua empresa segue na ativa, por isso sugerimos que você mantenha seus clientes atualizados sobre suas atividades, bem como horário de atendimento e como chegar até sua empresa, seja de forma digital ou física se for o caso.

Mantenha de fácil acesso os seus contatos, principalmente WhatsApp e e-mail, assim você não perderá nenhum pedido de venda vindo de seus clientes!

Dica 4 –  Invista em marketing digital

A transformação digital não é um processo que foi desencadeado pela pandemia, mas é algo que com certeza foi acelerado por ela. As empresas, seja de qual porte for, precisam se atentar à presença digital, marketing, ações de divulgação, etc. Deixar isso de lado fará com que perca mercado e dê espaço ao concorrente, que com certeza, irá trabalhar o marketing de forma ativa e assertiva, ação essa que você precisa estar à frente.

Se você ainda não começou a trabalhar com marketing, é importante começar. Ter um site e estar presente nas redes sociais, hoje em dia, é o mínimo. Tendo isso, já pode começar a pensar em ações mais estratégicas e ir evoluindo a partir disso.

Atualmente existem diversos cursos e webinars grátis sobre o tema, quanto mais você estudar esse assunto, melhor será o resultado das ações!

Cada vez mais se faz necessário trabalhar com marketing, mas para obter resultado, requer estudo, dedicação e muito teste A/B para identificar o que deu resultado, o que precisa ser ajustado, etc.

Conforme for evoluindo, poderá trabalhar o inbound marketing, também conhecido como “marketing de atração”, no inbound quem encontra a sua empresa são os clientes. Ao invés de ir atrás deles, eles chegam até você por meio de uma estratégia digital holística, que engloba diversos canais e frentes diferentes.

Um ponto importante sobre marketing é que ele requer paciência e persistência, não existe formula mágica e que funcione da noite para o dia.

E você microempreendedor, já faz uso dessas dicas? Ainda não? Então comece logo estudando esses temas, por mais que às vezes pareça meio óbvio, muitos empresários pecam nesses pontos, por isso se atente aos mesmos, evolua seu entendimento sobre os mesmos, estude e faça as ações acontecerem.

Estude e coloque os conhecimentos em prática, corrija o que não deu certo, crie estratégias, analise frequentemente o mercado que está inserido e veja qual é a necessidade e demanda do seu cliente.

Assim criar ações específicas fica mais ágil e assertivo! Independente do porte da empresa, é importante trabalhar essas dicas.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.