MEI – Máquina de cartão é vantagem?

Tempo de leitura: 6 minutos

Microempreendedor individual também pode ter sua máquina de cartão e aproveitar as vantagens que ela oferece. Muitos microempresários acreditam que apenas empresas com porte maior que pode usar o recurso de forma que seja vantajosa para ambas as partes, empresa e cliente, porém na verdade você MEI também se beneficiar com essa forma de recebimento.

Qual máquina de cartão é a melhor opção ao MEI?

Para você aderir a essa modalidade de recebimento, precisas apenas apresentar seu CNPJ MEI, documentos do responsável e ter uma conta corrente em nome de sua empresa.

Atualmente, a maioria das pessoas optam por efetuar seus pagamentos através de cartão, seja ele crédito ou débito. Claro que, antes de você aderir à essa forma de recebimento, precisa verificar o comportamento de seus clientes, se existe essa demanda, seja atendendo cliente final com venda de produto ou serviço. Caso você conclua que não tem pedidos de pagamento por cartão, não é vantajoso para sua empresa aderir a mesma.

Existem no mercado atualmente, diversas opções de máquina de cartão, que podem lhe oferecer taxas e tarifas adequadas para todo tipo de perfil de utilização.

Seja empresa que venda produto ou preste serviço poderá se beneficiar com o uso de pagamento de crédito e débito. Você precisa apenas ter seu negócio regulamentado apenas.

Para escolher a máquina mais indicada para sua empresa, precisas responder esta pergunta inicialmente: “Qual é meu perfil de utilização”? Aderir a máquinas de cartão de crédito/débito é uma tarefa que necessita pesquisa e entendimento de necessidade.

Após entender o perfil, precisas analisar os custos mensais que a mesma requer, seus prós e contras e os valores das taxas de aluguel ou até mesmo aquisição de sua máquina, além de verificar as condições exigidas para que não se tenha cobrança de aluguel mensal (algumas opções no mercado isentam essa cobrança após atingir um teto mínimo de recebimentos). Podes analisar seu faturamento e a partir daí identificar a opção mais vantajosa.

Taxas e tarifas das máquinas de cartão

Além do valor mensal, você precisa se atentar às taxas e tarifas embutidas na máquina de cartão. Assim evitarás surpresas desagradáveis no decorrer da adesão. Toda máquina de cartão no mercado aplica taxas de transação toda vez que você a utiliza, ou seja, toda vez que aceitar um pagamento através dela, parte do valor fica retido (como taxa de operação). O valor é um percentual que varia entre crédito e débito, com esse sendo normalmente menor.

As taxas médias de crédito para MEIs no mercado ficam em torno de 3,5%, mas ressalta-se que esse valor é muito variável, por isso, pesquise muito antes de aderir!

Já no débito, as taxas médias ficam em 2,5%, mas também é necessário pesquisar.

Recursos da máquina:

Ressaltamos que é importante você ter mente o seu perfil de utilização da máquina, para aí então poder decidir a melhor opção.

Por exemplo, se você vende na rua, sem ponto fixo? Nesse caso uma maquininha conectada ao celular, que aceite conexão 4g, pode lhe ajudar. Se você trabalha com venda de roupas em domicílio, por exemplo, os modelos menores podem ser a melhor opção, mesmo que não sejam tão ágeis.

Se você já trabalha em ponto fixo, que tenha wifi, a melhor opção é uma máquina que tenha essa função.

Em relação aos comprovantes, analisar se o cliente vai precisar impresso ou se apenas via e-mail ou SMS será suficiente. Algumas pessoas ainda preferem o mesmo na forma impressa, por isso precisas analisar isso também.

Controle financeiro, algumas máquinas já oferecem portais de gerenciamento financeiro que podem ajudar muito no nesse processo.

Outras vantagens

As máquinas de cartão para MEI também oferecem diferentes vantagens para quem as adquire, conforme a empresa que a ofereça.

Analise as máquinas que aceitam o maior número de opções de  bandeira de cartão, isso vai facilitar as transações e maior aceitação por parte de seus clientes. As bandeiras de cartão mais tradicionais são Visa, Mastercard, Amex e Elo. Nem todas as máquinas aceitam todas as bandeiras. Algumas bandeiras regionais as máquinas não aceitam. É bom observar as bandeiras mais usadas na sua região e se a máquina escolhida aceita a mesma.

Outro ponto é entender a necessidade da máquina aceitar “vale refeição” ou “alimentação”. Essa forma de pagamento nem todas as máquinas estão aptas. Essa opção precisa ser levada em consideração se o seu perfil de negócio precisa aceitar esse tipo de pagamento.

Também é importante entender as opções de parcelamento das vendas. Algumas máquinas oferecem possibilidade de parcelamento das vendas em até 12x ou menos, outras não oferecem essa possibilidade. Lembrando que no parcelamento os fornecedores de máquina também cobram taxas extras por parcela adicional de venda. Por isso fique atento a esse detalhe.

Limite de faturamento do MEI

Os microempreendedores que desejam realizar suas vendas por meio da máquina de cartão, precisam estar atentos, em primeiro lugar, quanto ao total de faturamento estipulado e permitido para a MEI. Cuide para não ultrapassar o teto estabelecido, pois caso aconteça, terá que arcar com multas. Se seu negócio expandir, isso é ótimo, mas precisas alterar seu regime tributário para não ter problemas depois.

 Conclusão

Após entender sua necessidade e os valores que sua MEI faturam, conseguirás escolher a melhor opção disponível no mercado. Mas claro, pesquise bastante! Na internet temos como saber cada detalhe sobre esse tema, não economize tempo para essa atividade.

Avalie também a reputação da empresa de máquina de cartão que você escolheu. Com isso saberás se ocorreu algum problema, como foi solucionado e tudo mais.

Com tudo isso bem claro e organizado, irá escolher a melhor opção que melhor se encaixa para sua empresa, se beneficiando assim de suas inúmeras vantagens, inclusive a da praticidade que essa modalidade apresenta, tanto para a empresa que recebe, quanto para o cliente que efetua o pagamento.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.